Imagem padrão para notícia sintprevs, exibe um fundo branco com o logo do sindicato centralizado ao meio.

Xingu Vivo | Ativistas ocupam canteiro de Belo Monte e exigem imediata paralisação das obras

Ativistas do Movimento Xingu Vivo Para Sempre que participam de um evento contra a construção da hidrelétrica de Belo Monte, no oeste do Pará, ocuparam o canteiro de obras da usina nesta manhã de sexta-feira (15). O local escolhido foi a ensecadeira (barragem provisória para interromper o curso do rio) no sítio Belo Monte.

O Movimento Xingu Vivo afirma que 300 pessoas participam do protesto. Os ativistas do movimento acompanhados de várias lideranças indígenas da região chegaram ao local pela estrada, às 5h da manhã. Eles plantaram mudas de açaí na ensecadeira e colocaram faixas com frases de protesto contra Belo Monte.

Também fincaram cruzes brancas de madeira, “representando a morte que a usina de Belo Monte simboliza para ribeirinhos, pescadores, agricultores e indígenas do Xingu”, diz nota divulgada pelo movimento.

O consórcio entrará na Justiça com um pedido de reintegração de posse para retirá-los de lá.

A ação faz parte da conferência Xingu +23, evento paralelo à Rio +20 organizado pelo Movimento Xingu Vivo com o objetivo de protestar contra Belo Monte.

Os manifestantes exigem a imediata paralisação das obras de Belo Monte e pretendem com esta ação pressionar o governo brasileiro e as lideranças políticas mundiais reunidas no Rio + 20.

Fonte: Ponto de Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*