Imagem padrão para notícia sintprevs, exibe um fundo branco com o logo do sindicato centralizado ao meio.

O SUS NÃO PODE MORRER!

A 16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) termina hoje (7) saindo em defesa do SUS, contra os desmontes do atual governo e sua visão de SUS empresarial, que além de atentar contra os interesses da maioria, quer retirar o caráter universal do SUS e reduzi-lo a mero “provedor de cuidados mais simples aos mais pobres.”

Logo no primeiro dia, os participantes da Conferência, realizaram um ato em defesa do Sistema Único de Saúde, na praça do Museu da República, em Brasília. Participaram cerca de cinco mil manifestantes. 

“A Saúde como valor solidário, direito de cidadania e dever do Estado nunca esteve tão ameaçada como neste momento político no Brasil”, alertam seis ex-ministros da Saúde no manifesto “ SUS, Saúde e Democracia: desafios para o Brasil”, entregue ao presidente do Conselho Nacional de Saúde, Fernando Zasso Pigatto, em Brasília.

Para Ana Lúcia, dirigente do SINTPREVS Pará e delegada da Conferência, “tentar reduzir o papel do SUS é criminoso. Atenta contra a vida da maioria dos brasileiros que depende deste serviço. O que devemos fazer, é aperfeiçoar o sistema para combater os problemas ainda existentes” e continua com reflexão, “mas como seguir melhorando, se a PEC do teto dos gastos congelou os investimentos públicos em saúde por 20 anos? Este é um desafio a ser respondido pela conferência. 👩‍⚕️🚨

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*