Diário Online – 29/05/15

Servidores do INSS paralisam atividades

 1

Servidores do INSS paralisam atividades (Foto: Whatsapp)

Servidores reivindicam condições salariais melhores (Foto: Whatsapp)

Servidores do Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS e do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde realizam uma paralisação das atividades nesta sexta-feira (29). A ação acontece em todo país e visa pressionar o Governo Federal a apresentar proposta referente, principalmente, a campanha salarial 2015, que até então, segundo os servidores as negociações não avançaram.

Os servidores se manifestam em frente a sede dos órgãos, em Belém, no INSS, localizado na Avenida Nazaré, e no Núcleo do Ministério da Saúde, localizado na Avenida Conselheiro Furtado, via essa que, inclusive, os manifestantes informaram que vão fechar para chamar a atenção das autoridades.

Dentre as reivindicações da categoria estão: a política salarial permanente com correção das distorções e reposição das perdas inflacionárias e índice linear de 27,3%; data-base em 1° de maio; a paridade salarial entre ativos, aposentados e pensionistas; a incorporação de gratificações produtivistas; isonomia de benefícios; a revogação das Medidas Provisórias 664 e 665, e retirada de todos os projetos do Congresso Nacional que atacam os direitos dos trabalhadores, como o PL 4330/2004, da terceirização.

“Além das melhorias salariais queremos também melhores condições de trabalho, como o fim da criminalização dos servidores do INSS”, disse Fátima Viana diretora do Sindicato dos Trabalhadores em Previdência, Saúde, Trabalho e Assistência Social no Estado do Pará (Sintprevs/PA).

Se caso, as reivindicações não sejam atendidas, os servidores devem caminhar para greve em todo país.

(DOL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*